WebAll Dicas

O Objetivo desse blog é passar artigos e dicas sobre web. Web no geral. Desde o planejamento, estruturação, passando pelo design, finalização chegando na programação, etc.

sexta-feira, dezembro 09, 2005

De ASP para ASP.NET

Estou migrando minhas aplicações de ASP para ASP.NET usando C#. É ótimo, porque posso misturar os dois, e assim vou fazendo a implementação aos pouquinhos.

Para saber mais, você pode entrar no site da MSDN, ou ASP.NET, ou iMasters, ou simplesmente faça uma busca no google sobre o assunto.

p.s.: Agora que estou de férias, vou tentar atualizar mais esse blog! :D

sexta-feira, abril 22, 2005

Tableless... Usar ou não usar?

Só pra iniciar, o tableless não é nenhuma linguagem, são marcações do próprio HTML que fazem com que evite o uso de tabelas. As tabelas deixam o carregamento do seu site um pouco mais lento, mas basta saber usar que o carregamento não vai ficar tão lento assim. O uso do tableless é como "vamos usar o HTML da forma que deveria ser usado", porque a tabela não foi criada para estruturar um layout.

Claramente o tableless faz com que a página seja carregada mais rapidamente. Quanto a organização do código do site, bem, tanto alguém que usa tableless pode deixar o código todo bagunçado, quanto alguém que usa tabela pode deixá-lo totalmente organizado.

Pessoalmente, acho o uso de tableless um pouquinho mais complicado, mas apenas por falta de costume. Ainda não consegui refazer meus sites totalmente em tabless (como teste). Só consegui fazer coisas mais simples, sem muitas "frescuras". E esse é um dos grandes questinamentos de quem está acostumado a usar tabelas para estruturar sites: "por que os sites feitos em tableless tem cara de blog?". Não é bem assim. As pessoas ainda não se acostumaram, como eu, mas têm sites lindíssimos feitos em tableless sem cara de blog (assim que encontrá-los na minha lista de favoritos, coloco aqui).

Bem, quem quiser se aprofundar no assunto de tableless, visite o site http://www.tableless.com.br/ e não esqueça também de estudar o tutorial deles, pelo endereço: http://www.tableless.com.br/tutorial/default.asp?cont=1.

Sei que a tendência é termos cada vez mais uma internet mais rápida, mas isso ainda não é uma realidade geral aqui no Brasil. Falo de velocidade, porque é a única vantagem que vejo no tableless. Só lembrando que tabelas não foram feitas para estruturar sites. Mas prometo estudar mais sobre o assunto para ver outras possíveis vantagens.

quinta-feira, abril 07, 2005

Cores seguras!

A cor escolhida para o layout do site é muito importante, então para que todos os seus usuários finais possam ver a cor exatamente como ela é, é preciso seguir um regrinha simples.

Você pode fazer a combinação de cor que você quiser, mas um usuário que usa um tipo diferente de browser pode ter problema em visualizá-la da maneira como você colocou. Então existe a combinação de 216 cores seguras. Essa é a quantidade de cores que você encontra na paleta de cores do Fireworks, Photoshop, entre outros programas.

Você pode perceber que o hexagonal das cores vem em par. Por exemplo: preto #000000, branco #FFFFFF, um tipo de azul #003366, laranja #FF6600, roxo #6666CC. Resumindo: são 3 pares para formar a cor segura. Não deixe de usá-la, porque se você colocou no seu site um BG roxo, no browser do seu vistante pode aparecer amarelo e estragar tudo. Lembrando que o hexagonal é formado por números e letras que são: 0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 A B C D E F.

Com isso você poderá formar várias cores seguras.

Ah! Um detalhe muito importante, SEMPRE coloque o "#" na frente do código das cores, pois, alguns browsers, como o Firefox, não reconhece a cor sem o "#", ou seja, fica branco ou coloca uma cor "nada a ver".

quarta-feira, março 23, 2005

A tecnologia é mesmo incrível!

É impressionante como anda a tecnologia! Estava eu procurando assuntos de informática quando me deparei com essa matéria (muito legal):

Japoneses anunciam internet via corpo humano

A Nippon Telegraph and Telephone Corporation desenvolveu um dispositivo chamado RedTacton, que usa os campos elétricos existentes na superfície da pele para transmitir dados à alta velocidade.

São Paulo - A Nippon Telegraph and Telephone Corporation (NTT) anunciou hoje a criação da primeira rede de comunicações que usa o corpo humano como condutor de dados. A Humana Área Network (HAN) funciona a partir de um dispositivo chamado RedTacton, que aproveita os campos elétricos existentes na superfície da pele para transmitir informações à velocidade de 2 Megabits por segundo, quase 50 vezes superior à dos acessos por linha discada.

“Campos elétricos existem por toda a parte. Alguém equipado com um sensor pode trocar dados com outra pessoa que carrega o mesmo instrumento, por meio de um simples aperto de mão”, esclarece Toshiaki Asahi, pesquisador da NTT.

A título de curiosidade, Asahi diz que pelo RedTacton um casal pode, por exemplo, trocar arquivos de músicas e vídeos enquanto faz sexo ou fazer o download de músicas enquanto dança.

A tecnologia poderá ser uma alternativa à Bluetooth ou WLAN, para distâncias curtas. Asahi acredita que, se tudo der certo, a HAN será lançada em 2006, com aplicações que incluem ferramentas de segurança e identificação.

Por João Magalhães - Estadão (http://www.estadao.com.br/tecnologia/internet/2005/mar/23/38.htm)

quinta-feira, março 17, 2005

Facilite a leitura..

Na internet, a maioria dos visitantes dão uma olhada por cima do texto que está na tela. Ou seja, eles não lêem. Eles procuram palavras chaves, que podem ser títulos, links, frases destacadas, um texto já atrativo logo na primeira passada de olho, frases ou palavras que usam marcadores. Portanto, saiba utilizar os textos do seu site. Verifique os de mais importância e dê um destaque especial.

Evite o uso de letras maiúsculas em toda a frase ou palavra. Isso deixa o texto mais difícil de ser lido. Prefira usar apenas a primeira letra em maiúsculo. O leitor irá agradecer.

Aproveitando o embalo do destaque em textos, muito cuidado nos links ao colocar no onMouseOver um "negrito" se no onMouseOut ele estiver no modo "normal", pois se a palavra no modo "normal" estiver em um local limitado, quando o usuário passar o mouse em cima desse link, o "negrito", logicamente, irá crescer a palavra, podendo bagunçar o layout. Faça um teste! Fica horrível.

domingo, março 13, 2005

Por que testar o site com apenas 5 usuários?

Andei lendo por aí, inclusive Nielsen e percebi, através de pesquisas minhas que isso é bem certo -> Bom, você deve saber que antes de colocar um site no ar, o ideal é você pedir para que algumas pessoas testem seu site para você perceber os problemas nele (navegação, etc). De acordo com estudos feitos por Jakob Nielsen, mais do que 5 pessoas testando o seu site é perda de tempo, porque acontece o seguinte: o primeiro usuário irá lhe dar o maior número de possíveis problemas que irão ocorrer com a maioria dos usuários. Com o segundo usuário você irá perceber que ele irá fazer coisas semelhantes ao primeiro, então a percepção de problemas já irá diminuir. Com o terceiro, muitas coisas você já havia observado com o primeiro e o segundo, e por isso gerará menos dados. A percepção de problemas novos vai diminuindo com o número de usuários, até que muitas pessoas vão fazer coisas repetidas, fazendo você perder tempo. Então 5 usuários são suficientes. Depois de todos esses problemas com o seu site, conserte tudo e faça novos testes (ideal com novos usuários). Isso é muito importante para o desempenho de seu site e faz com que o usuário não deixe de visitá-lo. Sites chatos, complicados, quase nunca são visitados.

terça-feira, março 08, 2005

Primeiro Post!

Primeiríssimo post de milhares que estão por vir. Meu objetivo aqui é falar do que muito gosto: web. Web no geral. Desde o planejamento, estruturação, passando pelo design, finalização chegando na programação, etc. Vou estudar bastante para escrever ótimos artigos e dicas pra vocês, com uma linguagem bem clara que vai servir tanto para quem está começando quanto para quem já tem uma ótima bagagem nessa área. Até a próxima!